sexta-feira, 1 de julho de 2011

Editorial: Preconceito ou apenas uma Opinião diferente?

Há alguns dias a atriz fracassada Myrian Rios, que foi eleita deputada, expressou uma opinião infeliz e sem base.


Como muitos de nossos políticos, a ex atriz deve achar que falácias ao vento cumprem seu papel parlamentar.

Myrian insinuou que pedofilia seria coisa de homossexuais, e que ela demitiria um motorista se descobrisse que esse é homossexual, tudo para evitar a pedofilia.

A babaca Myrian Rios esqueceu que os maiores escândalos de pedofilia aconteceram dentro da igreja católica, a tal deputada representa a bancada católica, religião que matou milhões na inquisição e que dia a dia é noticiada como instituição onde ocorre pedofilia ao cubo.

O ditado que diz: "A Igreja é boa, o ruim são seus representantes", coube como uma luva no episódio.


Agora, a questão é o seguinte também, os gays estão querendo demais.

Primeiro que todos crescemos aprendendo que a maioria vence e não soube, que a necessidade das minorias deve se sobrepor as maiorias!

Isso não significa desrespeito, maltratar ou depreciar as minorias, bem pelo contrário!

Só que os gays estão batalhando por algo que considero absurdo, querem censurar o livre direito de pensar.

Hummmm Bolsonaro!



Claro que somos contra toda violência ou homofobia, mas sinceramente, se os homossexuais querem que respeitem o seu direito de ser homossexual devem respeitar o direito de quem considera as práticas erradas, chamo isso de efeito espelho, respeite e será respeitado.

Ninguém deve ser obrigado a deixar de ser homossexual, da mesma forma que ninguém deve ser obrigado a achar tudo lindo, tudo cor de rosa.

Os projetos de Lei no Senado querem ir além do aceitar os homossexuais, querem mandar no pensamento, institucionalizar as práticas obrigando a aceitação da homossexualidade e não apenas dos homossexuais, ninguém tem que aceitar nada.


Respeito é bom e todo mundo gosta, de forma que os gays devem respeitar quem não concorda com suas práticas.

Discutindo esse assunto com um amigo ele me mandou a pergunta " Você respeitaria quem não aceita o negro"?

Eu pensei e na hora respondi: A cor da pele de uma pessoa é uma questão genética, cromossômica, evolutiva, nada tem a ver com a sexualidade que é uma questão de erotismo da psiqué humana, por tanto a pergunta correta seria: Você respeitaria quem não aceita o heterossexual?

E cabe a cada um de nós responder isso!




Agora, que é um absurdo em pleno 2011 que pessoas cuidem da sexualidade alheia mais do que da sua própria, isso é! Todos deveriam ter o direito de fazer o que querem com seu corpo...

Foi divulgada uma pesquisa, que aponta que os HOMOFÓBICOS, se excitam com cenas de homossexualidade no cinema, ou seja a homofobia seria uma forma de reprimir aquilo que teoricamente você não pode ter!

Sem pesquisas, eu sempre achei assim, o pior viado é aquele que se faz de hominho, bate, agride e ofende os homossexuais de dia, mas a noite sai na rua pra pegar travesti.

Acho que disso tudo uma coisa é clara, cada um tem que cuidar da sua vida e deixar os outros cuidarem das deles!

O melhor pra resolver essas crises é o CADA UM NO SEU QUADRADO!


RESUMINDO: O Blog da Faculdade é contra todo preconceito, mas também é contra toda censura ou imposição!

Por Ge Hernandez


Independente se vc é hetero, homo, bi ou curioso: USE CAMISINHA!

2 comentários:

Anônimo disse...

É ridiculo isso agora pq existem os homosexuais fazem marchas discutem é um inferno.Com o negro q esta a anos sendo chamado de palavras racistas o pessoal nem da bola. VÃO SE FODE COM ISSO!!! AXO RIDICULO SO PQ AGORA SER GAY É A NOVA MODINHA DO MOMENTO!!! BRASIL É BRASIL MSMO! OLHARES MONOTONOS!!!

allex disse...

bem,a última coisa inteligente que a Myriam Rios falou nos ultimos 30 anos, foi o "sim" quando casou com o Roberto Carlos!

POSTAGENS RECENTES